O presidente da Assembleia Legislativa, Mauro Carlesse (PHS), solicitou nesta segunda-feira, dia 11, ao superintendente regional do Departamento de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Eduardo Suassuna, informações sobre trechos de rodovias estaduais que o Governo do Estado pretende federalizar.

A solicitação foi feita ao gabinete da Presidência durante visita de Suassuna, da qual participaram também o deputado federal Vicentinho Júnior (PR), os prefeitos de Porto Nacional e Silvanópolis, Joaquim Maia e Gernivon Rosa, respectivamente, além do vereador de Palmas, Lúcio Campelo (PR).

De acordo com o projeto, enviado pelo Executivo à Assembleia, o Governo do Estado quer repassar à União a TO-050, entre Silvanópolis e Palmas, e a TO-020, de Palmas a Aparecida do Rio Negro. Esses trechos passariam a integrar a BR-010, que liga Brasília a Belém.

Segundo Carlesse, porém, as informações são insuficientes para uma discussão mais ampla da proposta. “Sou a favor da federalização, mas não temos qualquer garantia, por exemplo, de que esses trechos [a serem cedidos] serão bem cuidados”, explicou, acrescentando que, de posse desses detalhes, o projeto será discutido e votado pelos parlamentares.

Resposta

O representante do DNIT no Estado garantiu que todos os dados solicitados serão apresentados o quanto antes. “Vamos informar, por exemplo, quais ações serão adotadas pelo órgão após o processo de federalização”, afirmou Suassuna.

Para exemplificar as vantagens da federalização, o deputado federal Vicentinho Júnior citou o trecho da TO-336, hoje BR-235, que liga o município de Pedro Afonso à BR-153. Segundo o parlamentar, todos os anos o Governo do Estado precisa investir na recuperação da rodovia em função do trânsito de caminhões. Esse trabalho é atualmente feito pelo DNIT. (Rubens Gonçalves)