Em sessão realizada em Miracema nesta quinta-feira, 7, os deputados destacaram a importância histórica da cidade, que foi a primeira capital do Estado. Prevista na Constituição do Estado e no Regimento Interno, a sessão especial é realizada anualmente, sempre no dia 7 de dezembro.

Em seus discursos, os deputados Toinho Andrade (SD), Valderez Castelo Branco (PP), Junior Evangelista (PSC), entre outros parlamentares lembraram que o Tocantins tem uma “dívida histórica” com a cidade, que foi sede dos Poderes do Estado entre 1989 e 1990.

A sessão, no entanto, não foi apenas de discursos de homenagens. Representantes do município cobraram mais atenção do poder público. “Esta não é apenas uma data comemorativa, é também um dia de trabalho. Miracema precisa do apoio do poder público estadual, isto é, do Governo e de todos os deputados”, disse o presidente da Câmara Municipal, Edilson Tavares (PMDB).

Governador

A sessão contou também com a presença do governador Marcelo Miranda (PMDB), que a exemplo dos parlamentares destacou a importância histórica de Miracema. "Voltar a este parlamento é um momento de emoção, pois é voltar ao começo da história do nosso Estado. É reconhecer que aqui se iniciaram os Poderes, as entidades”, disse”.

LOA e PPA

Além das homenagens, durante a sessão ordinária o presidente da Casa, Mauro Carlesse (PHS), leu projetos da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2018 e o do Plano Plurianual (PPA) 2018-2022, que foram encaminhados à Comissão de Comissão de Finanças, Tributação, Fiscalização e Controle.

Participantes

Além dos deputados e do governador, participaram da sessão o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Manoel Pires; o ex-deputado e ex-governador Raimundo Boi; diversos prefeitos, entre eles o de Araguaína, Ronaldo Dimas (PR), secretários de Estado, vereadores e lideranças políticas da região. (Rubens Gonçalves)