A abertura da Campanha Novembro Azul, que tem o objetivo de conscientizar os servidores da Casa em relação à prevenção do câncer de próstata, realizada nessa quarta-feira, 7, teve como foco alertar a população masculina sobre a importância da realização de exames e do diagnóstico precoce no combate ao câncer.

Em seu depoimento, o jornalista Belmiro Gregório, que passou pelo tratamento de câncer de próstata, enfatizou a importância da tecnologia no tratamento oncológico. Ele afirmou que foi depois de fazer a cirurgia por robótica que obteve a cura. O paciente recorreu a várias terapias, entre elas a radioterapia e cirurgia para retirada do tumor em 2009, mas teve que encarar a recidiva da doença em 2013, quando recorreu à tecnologia robótica.

“Fui curado graças à tecnologia, mas infelizmente muitos pacientes ainda não conhecem esse tratamento, por isso peço aos médicos e aos profissionais da área da oncologia que divulguem aos pacientes esse tipo de cirurgia, porque muitos têm condições de fazer o procedimento, mas não o fazem por desconhecimento”, frisou Gregório.

O especialista Adelmo Aires, da Sociedade Tocantinense de Urologia, alertou para necessidade de diagnóstico precoce e a quebra da resistência quanto à realização do exame urológico de toque. “Precisamos vencer a barreira do preconceito em prol da vida, pois a maioria dos casos que não obtiveram sucesso no tratamento tem como causa o diagnóstico tardio. Com a detecção precoce, as chances de cura aumentam em 90%, afirmou Aires.

Para incentivar a prevenção do câncer de próstata, a Assembleia Legislativa, por meio da campanha Novembro Azul, realizará no dia 14, coleta gratuita de sangue para a realização do exame PSA (câncer de próstata), de 8 às 11 horas, no setor da Diretoria de Medicina e Odontologia (Dimeo).

Também será disponibilizado aos interessados um check-up promocional com 11 exames preventivos a serem realizados no Laboratório In Labor, no valor de R$100 reais. No pacote de exames constam hemograma, glicose, ureia, creatinina, TGO, TGP, ácido úrico, lipidograma, TSH, EAS e PSA. A coleta será realizada na Assembleia, de 8 a 30 de novembro. (Maisa Medeiros)