Deputado Zé Roberto Lula defende que recursos atendam excluídos

Por Ascom Zé Roberto
04/02/2020 13h14 - Publicado há 6 meses
Deputado assume compromisso de lutar pelos excluídos do Tocantins
Deputado assume compromisso de lutar pelos excluídos do Tocantins
Dicom AL / HD

Quase 700 mil pessoas vivem com menos de um salário mínimo no Tocantins, foi o que alertou o deputado estadual Zé Roberto Lula (PT) na abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto), na manhã desta terça-feira, 4. Na avaliação do deputado, os R$ 6 bi de arrecadação prevista para o Tocantins, neste ano, precisam ser distribuídos de forma justa e equânime.

“No ano passado nós poderíamos ter melhorado um pouco o orçamento e conquistamos alguns avanços, mas não foi exatamente o que poderíamos fazer, pois os recursos não atenderam o trabalhador como deveria ser, que é dividir de forma mais justa e equânime os recursos do Estado”, comentou.

Segundo Zé Roberto Lula há ainda um problema mais grave na realidade tocantinense. “São mais de 140 mil pessoas que passam fome e ao meu entender a minha atuação como deputado estadual é fazer com que parte do recurso que este Estado tem, chegue a estas pessoas”, disse o parlamentar ao lembrar ainda que milhares de tocantinenses ainda moram em casa de pau a pique, casa de palha e por isso garantiu que seu esforço pessoal e do Partido dos Trabalhadores do Tocantins (PT-TO) vai ser para que os R$ 6 mi de arrecadação do Tocantins possa chegar à essas pessoas.

Cirurgias eletivas

Zé Roberto Lula falou ainda da sua preocupação com as milhares de pessoas, que aguardam na fila para as cirurgias eletivas no Tocantins. “Não demos grande avanço no ano passado. Na última hora, que era tirar uma parte do recurso da Assemblei, do Ministério Público, do Tribunal de Contas e um pouco da Defensoria Pública, para colocar nas cirurgias eletivas, iríamos atender, se nós fizéssemos, cinco mil cirurgias, mas não conseguimos. As negociações são difíceis e duras”, relatou o parlamentar.

No sentido de fazer com que as políticas públicas atendam os trabalhadores tocantinenses, Zé Roberto Lula fez o compromisso, de no ano de 2020 e pelos outros dois anos deste mandato, trabalhar para que os recursos do estado cheguem aos mais de 700 mil, que estão excluídos das políticas públicas. 

“No nosso mandato, nós vamos nos dedicar cada vez mais em fazer uma distribuição mais justa equânime dos recursos que o estado tem. Precisamos avançar mais e essa população deve ser nossa prioridade, que é a população excluída do nosso Tocantins”, finalizou Zé Roberto Lula.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...
MAIS NOTÍCIAS