No dia seguinte à rejeição dos recursos e à confirmação da cassação da chapa do governador Marcelo Miranda (MDB) e da vice Claudia Lelis (PV) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Mauro Carlesse (PHS), ouviu durante sessão vespertina desta quarta-feira, 18, antes de assumir novamente o governo do Estado, apelos dos deputados por ações emergenciais.

Do parlamentar Eli Borges (PROS), por exemplo, Carlesse ouviu um pedido por atenção às filas nos hospitais públicos, especialmente para realização de cirurgias eletivas. A necessidade de recuperação das estradas estaduais que estão em condições precárias também foi lembrada pelo deputado.

Já o parlamentar Elenil da Penha (MDB) citou números atribuídos ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e destacou os 74 mil desempregados no Tocantins, o que colocaria o Estado na 10ª pior posição do país. Ele também sugeriu medidas para a área da segurança pública, como a efetivação do concurso e o retorno dos policiais cedidos a outros órgãos. (Glauber Barros)