Jonilson Nunes assume presidência da Asleto

Por Suzana Barros
04/07/2024 13h52 - Publicado há 13 dias
Nova diretoria foi empossada com a presença do presidente da Casa, Amélio Cayres
Nova diretoria foi empossada com a presença do presidente da Casa, Amélio Cayres
Clayton Cristus / HD

A nova diretoria da Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Tocantins (Asleto) foi empossada na manhã desta quinta, 4, de julho. Jonilson Nunes Miranda assumiu a presidência para o biênio 2024/2026.

O presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto), Amélio Cayres, prestigiou a solenidade. Ele parabenizou os empossados e colocou-se à disposição da diretoria para eventuais parcerias.

Em sua fala, Jonilson agradeceu a disposição de Cayres e destacou a importância da participação dos sócios nos projetos e ações da Asleto. “Sem isso, nosso propósito não é concretizado. Precisamos do apoio de todos”, frisou.

A apresentação da nova diretoria foi feita por Núbia Frazão, então presidente da entidade. Ela falou da sua experiência à frente da Associação e agradeceu a contribuição dos sócios e membros nas suas cinco gestões. 

A nova diretoria foi eleita por meio da chapa de consenso “Valorização e Trabalho”, que obteve 127 votos, ultrapassando o percentual de 50% exigido pelo Estatuto da Associação para eleger uma diretoria.

Jonilson Nunes é servidor efetivo da Casa, atualmente lotado na Polícia Legislativa. Anteriormente era lotado na Coordenação de Fotografia.

Diretoria Executiva

Presidente, Jonilson Nunes Miranda; vice-presidente, Rodrigo Rodrigues Noleto; 1ª secretária, Magna Ferreira Xavier; 2ª secretária, Ana Lúcia Cordeiro dos Santos; 1º tesoureiro, Charles Antônio Martins e 2º tesoureiro, Osmar Ferreira dos Santos.

Conselho Fiscal

Presidente, Antônio Lopes Braga Júnior.

Demais membros: Waldir Demétrios da Costa Júnior, Raimundo Nonato da Rocha Silva, Paulo Andrade da Costa e Isis Maria Gomes de Oliveira.

Conselho Deliberativo

Presidente, Núbia Martins Frazão Santos.

Membros: Roberto Mauro Miranda Maracaípe, Ana Cláudia Pereira de Souza e Wandeir Miranda de Carvalho.