Audiência pública debate nesta quarta-feira jornada especial para servidores da saúde

Por Penaforte Diaz
23/04/2019 21h45 - Publicado há 4 meses
Discussão foi proposta por Elenil da Penha
Discussão foi proposta por Elenil da Penha
Clayton Cristus / HD

A Medida Provisória do Governo do Estado (MP nº5/2019) que estabelece jornada especial na Saúde, especificamente sobre o regime de plantão, será discutida em audiência pública na Comissão de Defesa do Consumidor, nesta quarta-feira, 24, a partir de 14 horas, no Plenarinho da Assembleia Legislativa.

A pedido do deputado Elenil da Penha (MDB), a sessão contará com a participação de especialistas, técnicos e representantes de entidades dos servidores públicos. Segundo o autor da proposta, é importante ouvir ambas as partes, debater e propor alternativas para as questões apresentadas na MP do Governo.

"A audiência é uma oportunidade para que os sindicatos que representam os servidores da Saúde, os órgãos de fiscalização e a sociedade como um todo possam se manifestar sobre a Medida Provisória nº 5, buscando, por meio de um debate propositivo, obter consenso sobre as regras contidas na MP", explicou Elenil da Penha.

A principal crítica dos servidores ao Executivo diz respeito ao item que trata da quantidade de plantões. Segundo eles, as jornadas extrapolam o limite estabelecido pela Lei 2.670 de 2012.  Defendem, por exemplo, a possibilidade de o servidor fazer plantão de 24 horas, a ser iniciado às 7 horas, ao contrário do que está estabelecido na MP, que prevê no máximo 12 horas. Já o Governo alega que as medidas propostas na lei são necessárias para o reequilíbrio das contas do Estado. (Penaforte)