COP26: Tocantins assina acordo para venda de créditos de carbono; Claudia Lelis elogia ação

Por Fátima Miranda
09/11/2021 12h08 - Publicado há 2 meses
cop26
cop26
divulgação / HD

A assinatura do termo garante que o Tocantins coloque no mercado internacional cerca de 60 milhões créditos de carbono antigos; deputada cobra agilidade no processo

A deputada estadual Claudia Lelis (PV) comemorou junto com a secretária da Semarh Miyuki Hyashida e demais membros da comitiva tocantinense que participam da Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP26), em Glasgow, na Escócia, a assinatura do termo de cooperação entre o Tocantins e a empresa inglesa Biodiversity Ecosystem Future LLC – BEF para venda de CO2 do Tocantins.

O acordo garante a comercialização de cerca de 60 milhões de toneladas de carbono que o Tocantins dispõe em sua reserva - ativos dos anos de 2005 até 2015 – e que agora poderão ser comercializados através da empresa BEF. 

A empresa será responsável por comercializar esses créditos no mercado global e ficará responsável também por fornecer a solução de tecnologia para o Tocantins comercializar esses ativos. O Ministério do Meio Ambiente já autorizou o Estado a comercializar os créditos antigos.

“A assinatura desse acordo é uma vitória grande para o Tocantins, e garante que as ações de preservação ambiental que o Estado tem realizado nos últimos anos sejam recompensadas financeiramente. É um grande passo e todos da comitiva tocantinense contribuíram muito para que esse acordo fosse negociado de forma que gerasse recursos para o Tocantins”, afirmou a parlamentar.

Ainda segundo a parlamentar, o Tocantins tem capacidade e potencial para comercializar no mercado internacional cerca de 260 milhões de toneladas CO2, o que poderia gerar mais de 2.6 bilhões de dólares com a comercialização dos créditos. 

“Isso já é realidade em outros estados brasileiros e o Tocantins tem agora uma oportunidade real de receber recursos decorrentes da venda desses créditos. Estou confiante e irei cobrar agilidade do Governo do Estado para que isso aconteça o mais rápido possível”, afirmou Lelis.

O que são créditos de carbono

Os créditos de carbono podem ser comercializados entre países desenvolvidos que possuem a obrigação de reduzir suas emissões de gases de efeito estufa e países em desenvolvimento que não possuem essa obrigatoriedade. O crédito de carbono é a moeda utilizada no mercado de carbono. Nesse mercado, empresas que possuem um nível de emissão muito alto e poucas opções para a redução podem comprar créditos de carbono para compensar suas emissões. Assim, elas indiretamente ajudam a manutenção do projeto de redução e, além de equilibrar o nível de emissões de gases na atmosfera, contribuem para o desenvolvimento sustentável de comunidades vulneráveis.

BEF

BEF Marketplace permite que as organizações comprem créditos de carbono voluntários diretamente dos desenvolvedores do projeto, na fonte, garantindo que o dinheiro gasto realmente chegue ao projeto. A plataforma digital desenvolve soluções de tecnologia para melhorar a transparência dos mercados e transação de ativos ambientais, além de democratizar o financiamento de projetos de combate às mudanças climáticas e à perda de biodiversidade.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...
MAIS NOTÍCIAS