Projeto de Luana que valoriza ação cultural da PM se transforma em lei

Por Ascom/Luana Ribeiro
21/01/2020 10h19 - Publicado há 28 dias
Para a deputada, banda é vital para difusão da cultura e atividades preventivas na segurança
Para a deputada, banda é vital para difusão da cultura e atividades preventivas na segurança
AL/Divulgação / HD

O projeto de autoria da deputada estadual Luana Ribeiro que declara como patrimônio cultural de natureza imaterial do Estado a Banda de Música da Polícia Militar do Estado do Tocantins foi sancionado pelo governador Mauro Carlesse. A iniciativa valoriza e reconhece o trabalho cultural da PM tocantinense.

Para a parlamentar, a atuação da banda tem papel importante na difusão da cultura, apoio a atividades preventivas na segurança pública e aproximação e formação cultural de jovens do Estado. “Os militares músicos têm colaborado com o comando da instituição participando de importantes solenidades militares e civis; eventos culturais e sociais nas diversas cidades do Estado, difundindo a cultura, aproximando a corporação do cidadão, trabalhando os valores e a versão preventiva da segurança pública, sobretudo por apoiar e desenvolver projetos nas escolas estaduais e municipais, ministrando cursos de iniciação musical, bem como, participando na formação de várias bandas infanto-juvenis”, argumenta Luana Ribeiro. “Nota-se a importância não apenas cultural desta fração e de seus integrantes, haja vista a utilização do potencial inclusivo da música como instrumento de segurança pública preventiva, seja na formação de jovens, seja por meio da utilização da vertente lúdica como mecanismo de transmissão dos valores mais essenciais da sociedade”, complementou.

A HISTÓRIA DA BANDA

A história do início da banda da PM é interessante. Ela foi criada em 1989. Uma comissão foi nomeada para ir às capitais Teresina (PI) e Fortaleza (CE) recrutar músicos para a sua formação. Inicialmente, 80 músicos foram selecionados. Eles se juntaram a outros músicos de Pernambuco, Maranhão e Rio de Janeiro. A inclusão dos músicos na PM/TO se deu a partir do dia 22 de fevereiro de 1989, data que ficou estabelecida como a da criação da Banda de Música, relata o projeto da deputada.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...
MAIS NOTÍCIAS