Proposta a inclusão de assistente social no programa saúde da família

Por Isabel Cristina
09/10/2019 15h10 - Publicado há 6 dias
Vanda Monteiro (PSL) destacou que o projeto de lei é uma demanda das categorias profissionais.
Vanda Monteiro (PSL) destacou que o projeto de lei é uma demanda das categorias profissionais.
Flávia Samylla / HD

O projeto apresentado na sessão desta quarta-feira, 9, dispõe sobre a inclusão obrigatória do profissional da assistência social nas equipes do programa saúde da família e também nos núcleos de apoio.

Vanda Monteiro (PSL) destacou que o projeto de lei é uma demanda da categoria da saúde também dos assistentes sociais que reconhecem a importância do trabalho em conjunto para o melhor atendimento dos usuários do Sistema Único de Saúde.

“Os assistentes sociais com o olhar voltado para as problemáticas da questão social vão somar ao trabalho da equipe e assim levar um atendimento mais humano e que atenda as demandas do cidadão”, explicou a parlamentar.

A Estratégia Saúde da Família (ESF) é composta por equipe multiprofissional que possui, no mínimo, médico generalista ou especialista em saúde da família ou médico de família e comunidade, enfermeiro generalista ou especialista em saúde da família, auxiliar ou técnico de enfermagem e agentes comunitários de saúde (ACS).

Também há equipe de Saúde Bucal, composta por cirurgião-dentista generalista ou especialista em saúde da família, auxiliar e/ou técnico em Saúde Bucal.

Programa saúde da família

A Estratégia Saúde da Família (ESF) busca promover a qualidade de vida da população brasileira e intervir nos fatores que colocam a saúde em risco, como falta de atividade física, má alimentação, uso de tabaco, dentre outros. Com atenção integral, equânime e contínua, a ESF se fortalece como a porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS).

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...
MAIS NOTÍCIAS